Dom José Brandão de Castro

"Seja glorificado o nome de Cristo"

Dom José Brandão de Castro, primeiro bispo de Propriá, nasceu no município de Rio Espera, Minas Gerais, a 24 de maio de 1910. Começou seus estudos em Mariana, MG, em 1936, foi para o seminário redentorista de Congonhas, MG. Aí concluiu o curso de humanidade, em 1937. Em 1938 fez noviciado em Juiz de Fora, MG, emitindo os votos a 2 de fevereiro do ano seguinte. Fez o curso de Filosofia e Teologia. De Teologia, no Seminário Maior dos Redentoristas, em Tietê - São Paulo. Começando, pouco depois de ordenado, sua carreira de missionário, dedicou-se às missões durante 7 anos consecutivos em Minas, Bahia e Rio de Janeiro. Em 1953 foi nomeado superior da Casa Redentorista de Coronel Fabriciano e vigário da paróquia. Cinco anos depois transferido para Belo Horizonte como pregador de retiros na casa de retiros São José, em 1958. No ano seguinte foi nomeado reitor da comunidade redentorista da capital e Vigário da Paróquia de São José. Nomeado bispo de Propriá, em 2 de junho de 1960, por Sua Santidade João XXIII, foi sagrado na Matriz de São José, em Belo Horizonte, aos 21 de setembro de 1960.

O pastoreio de Dom Brandão em Propriá teve duas fases. Na primeira, ele se mostrou um bispo que trazia em si toda a estrutura do catolicismo tradicional mineiro. Era um homem inteligente, ativo, de trato afável. Apoiou a Revolução de 31 de março de 1964, aliando-se ideologicamente ao então bispo auxiliar de Aracaju, Dom Luciano Duarte (1966-1971), no apoio que este dava aos militares. Mas com o passar do tempo, “ouvindo os clamores do seu povo”, voltou-se de corpo e alma ao seu rebanho sofrido, aos pobres e marginalizados. Nessa segunda etapa de sua vida episcopal, juntou-se ao arcebispo de Aracaju, Dom José Távora, na luta pelos direitos humanos, sobretudo dos perseguidos pelo regime militar.

Ao renunciar em 1987, Dom Brandão recolheu-se a uma casa de sua congregação religiosa em Curvelo (MG), onde faleceu aos 26 de dezembro de 1999.

Dom José Palmeira Lessa

"Fraco com os Fracos"

Nasceu no dia 18 de janeiro de 1942, na cidade de Coruripe, em Alagoas. Filho de Antônio de Araújo Lessa e Maria Tereza da Silva Lessa (ambos in memoriam). Foi batizado aos 29 de março do mesmo ano do nascimento, na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Coruripe. Com sete anos, em 1947, ao lado de sua família, foi morar no Rio de Janeiro. Ainda menino, entra no seminário e, anos mais tarde, é ordenado Sacerdote, em 3 de julho de 1968. Destaca-se por seus trabalhos pastorais em defesa dos mais pobres e favelados do Rio de Janeiro.

Foi eleito Bispo Titular de Sita e Auxiliar de São Sebastião do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1982, sendo sagrado em 24 de agosto de 1982 pelo Cardeal Dom Eugênio Sales.

Como Bispo Auxiliar, manteve seu trabalho nas favelas do Rio, sendo referência para seu povo. Assumiu a Diocese de Propriá, em Sergipe, em 30 de outubro de 1987.

Em Propriá, Dom Lessa travou luta em defesa dos posseiros que estavam sendo expulsos de suas terras por poderosos da região.

Foi eleito Arcebispo Coadjutor de Aracaju em 6 de dezembro de 1995, tomando posse em 25 de março de 1996. Foi elevado a Arcebispo Metropolitano de Aracaju em 26 de agosto de 1998, com a renúncia de Dom Luciano ao chegar à idade limite da titularidade de Arcebispo de Aracaju, setenta e cinco anos.

"Em Propriá, não foi fácil, era um clero e um povo sofridos, que buscavam a justiça para os pobres, mas tinha aqueles excessos das ideologias. Tinha muita coisa do evangelho e também muitas dessas ideologias que afrontam a Igreja. O que me deu força e discernimento foi viver em comunhão com bispos para nos reuníamos duas, três vezes ao ano em torno da espiritualidade da unidade, para enfrentar as tenções das invasões de terras. Mediamos muitos desses conflitos, fomos acusado de subversivo, mas fizemos dezesseis assentamentos, beneficiando os camponeses pobres que queriam terra para morar e trabalhar" (Entrevista de Dom José Palmeira Lessa para a Edição Especial "Dom Lessa:50 anos de sacerdócio", da Revista Verbo, da Arquidiocese de Aracaju)

Dom Mário Rino Sivieri

"Servo de Todos"

Nasceu em Castelmassa, Rovigo, Itália, a 15 de abril de 1942. Iniciou os estudos na escola elementar de Casapinta e fez os estudos secundários no Seminário Diocesano de Biella, Itália. Fez os estudos de propedêutica no Seminário Arquidiocesano de Torino; o primeiro ano de Teologia no Seminário de Biella, concluindo o curso no Studium Zenonianum de Verona. Frequentou também o Seminário “Nossa Senhora de Guadalupe” para a América Latina, em Verona. Foi ordenado sacerdote pelo Santo Padre Paulo VI, em 3 de julho de 1966 e incardinado na diocese de Biella, e em 1968 veio para o Brasil, para Diocese de Estância, precisamente na cidade de Lagarto, SE. Em 31de outubro 1979, recebeu o título de Capelão de Sua Santidade João Paulo II. O Santo Padre João Paulo II dignou-se nomear Bispo da Diocese de Propriá (Sergipe), o Revmo. Mons. Mário Rino Sivieri, até então, Pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade em Lagarto, diocese de Estância, aos 18 de março de 1997 sucedendo seu predecessor Dom José Palmeira Lessa, nomeado, também, pelo Sumo Pontífice João Paulo II; Arcebispo Coadjutor de Aracaju, SE, aos 6 de novembro de 1995. Aos 25 de maio de 1997, foi sagrado bispo em Lagarto/SE, onde Dom Mário desempenhou seu ministério sacerdotal por anos ininterruptos

Eis as suas atividades já como Bispo: Vice-Presidente do MEB; Vice-Presidente do Regional Nordeste 3 da CNBB; Dimensão Missionária do Regional NE 3 da CNBB sem contar com tantas outras atividades (criação de paróquias, ordenações presbiterais e etc.) desempenhadas como pastor do “rebanho” de Propriá, onde realizou um fecundo ministério episcopal, ao lado do seu clero amigo e diocesanos a ele confiados por Deus. O Papa Francisco acolheu o pedido de renúncia de Dom Mário Rino Sivieri, no dia 25 de outubro de 2017.

Dom Mario faleceu no dia 03 de junho de 2020, sendo sepultado na Catedral Diocesana de Propriá.

Diocese de Propriá

Igreja Católica Apostólica Romana

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

CNBB NE 3 / Sub-regional 2

Contato:

Telefone: (79) 3322-1757

E-mail: diocesepropria@bol.com.br

Cúria Diocesana:

Travessa Municipal, 117

49900-000 / Propriá-SE

Func.: Seg a Sex: 08h às 12h / 14h às 18h

Todos direitos reservados a Diocese de Propriá 

logo 2.png