VOCAÇÃO RELIGIOSA - CARMELO DE PROPRIÁ



Nesta terceira semana do mês de agosto, a Igreja do Brasil, reza especialmente pelas Vocações à Vida Religiosa. São homens e mulheres que seguem a Cristo, vivendo numa comunidade interna e se colocando a serviço dos irmãos pelos diversos carismas suscitados pelo próprio Senhor. Nos votos de Pobreza, Castidade e Obediência, a Vida Religiosa Consagrada testemunha o amor fraterno e o cuidado do Senhor para com os que deixam pai, mãe, irmãos para ganhar cem vezes mais e a eternidade como herança (Cf. Mt 19, 29).


A Ordem dos Carmelitas Descalços (Ordo Carmelitarum Discalceatorum, O.C.D) é uma dessas expressões presentes em nossa Diocese – em seu ramo feminino – há cerca de 30 anos, a pedido do Arcebispo emérito de Aracaju, Dom José Palmeira Lessa, na época, Bispo da Diocese de Propriá.


Neste domingo (15/08), solenidade da Assunção de Nossa Senhora, essas irmãs acolheram mais uma jovem no Postulantado, a segunda etapa no processo interno de consagração. A jovem Hisraelle é filha da Paróquia Santo Antônio em Ilha das Flores e após ter passado pelo Aspirantado, segue como postulante até chegar ao Noviciado, depois os Votos Temporários e por fim à Profissão Solene (Votos Perpétuos). A celebração foi presidida por Pe. Ricardo Freire, atual Pároco em Ilha das Flores e concelebrada por Pe. Gustavo Martins, Assessor da PASCOM na Diocese. Estavam presentes, junto ao número de fiéis, os familiares de Hisraelle que celebraram emocionados este significativo momento.



Nesta terça-feira, a Irmã Terezinha, presente neste Carmelo desde a fundação celebrou seu natalício, entrando assim em seu ano jubilar, com 27 anos de Vida Consagrada. Presidiu a Celebração, Dom Lessa que em sua homilia convidou a Irmã aniversariante a reviver a graça de Cristo olhando para Nossa Senhora.


Dom Lessa enfatizou que é na comunidade que se deve viver o dom do chamado de Deus, sem pretender nada, apenas se dispondo à Santa Vontade do Senhor: “Que você seja, como carmelita, contemplativa do Jesus Crucificado que grita ‘Senhor porque me abandonastes’, de modo que possa reviver os seus sofrimentos contando sempre com a graça de quem os suportou e pode nos fazer suportar também”.


Seguiu Dom Lessa se dirigindo à Irmã Terezinha: Na sua entrega você não caminha só. O Senhor está contigo, por isso, lembre-se que não são as nossas forças, mas a força de Deus em nós. Sozinhos, não podemos!



Fazendo uma provocação vocacional, o Arcebispo emérito de Aracaju frisou o que todo vocacionado do Senhor costuma indagar: Conseguirei ser perseverante e fiel como a Virgem Maria, que nas provações dizia sempre ‘sim’ ao Senhor? Com palavras de profundo conhecimento, respondeu Dom Lessa proclamando: ‘você caminha porque Eu te dou vigor’. É sua convivência pessoal e comunitária com Ele, na Oração, Eucaristia e nas irmãs que Ele renova as tuas forças interiores e o sentido da tua consagração, consumação da tua vida pela Igreja e pela comunidade.



Dom Lessa encerrou dizendo: se vocês amam a Deus, enxerguem uma na outra a presença de Deus e assim vocês começarão o céu na terra.


Após a missa Dom Lessa fez o desjejum com as Irmãs no Claustro, conheceu a reforma que está sendo realizada em uma parte do Convento e atendeu a Irmã Terezinha em Confissão, vivendo uma manhã de intensa fraternidade com as religiosas.